85
page,page-id-85,page-child,parent-pageid-293,page-template-default,eltd-cpt-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,moose (shared on themestotal.com)-ver-1.2,vertical_menu_enabled, vertical_menu_left, vertical_menu_width_290, vertical_menu_with_floating,smooth_scroll,side_menu_slide_with_content,width_370,paspartu_enabled,vertical_menu_outside_paspartu,blog_installed,wpb-js-composer js-comp-ver-4.9.1,vc_responsive

Historia da causa

A mineração é feita pelo homem desde a pré-história, visando a elaboração e beneficiamento de minerais que se encontram em estado natural sólido, como o carvão e outros; líquido, como o petróleo bruto; e gasoso, como o gás natural. A atividade extrativa é a mais complicada, ariscada e pesada no mercado de trabalho, em contra-partida dos resultados concorridos que apresenta.

Na Africa Subsaariana, a mineração teve o seu maior impacto com o estabelecimento do Grande Zimbabwe por volta do seculo IV, quando as comunidades culturais de Gokomere iniciaram as escavações na zona, extraindo o ferro. A exploração do ferro no Zimbabwe veio diminuir a migração intercontinental dos Africanos que outrora era traduzida pela exportação dos escravos para Europa e Asia. Desde então, a migração Africana começou a ganhar expressão continental e com maior dinâmica para a vizinha Africa do Sul.

Já em 1867, a Africa do Sul descobre o seu primeiro diamante nas margens do Rio Orange por Erusmus Jacobs, o que despoletou uma campanha de descoberta e exploração subsequente de Kinberly e ouro em Witwatersrand anos depois, onde Moçambique e outros países da região viriam a tomar o fornecimento da mão-de-obra naquela industria como uma das fontes de receitas dos Estados.

Desde então, os Portugueses em Moçambique regularam em 1909 o fornecimento da mão-de-obra moçambicana nas minas e tomaram o sul do paralelo 22º (sul do Save) como zona estratégica de recrutamento da força de trabalho através de agências credenciadas, situação que chegou a afigura Moçambique na primeira linha dos fornecedores de mineiros na RSA até um periodo muito recente.

Hoje, no contexto do desenvolvimento socioeconómico do País pós guerra civil, Moçambique apresenta-se na corrida de descoberta e exploração dos recursos naturais, uma atividade exercida no quadro de um défice do saber, o que resulta no atropelo de vários princípios do ponto de vista legislativo, quer a ser respeitado pelos investidores e quer pelos trabalhadores envolvidos na actividade de mineração.

Sendo que a industria extrativa é considerada a primordial no desenvolvimento económico dos países, e, tomando como base que a migração dos mineiros para as minas da RSA assegura os reduzidos índices de desemprego no país, para alem de proporcionar um equilíbrio na balança de pagamentos do Estado através das suas remessas, urge a necessidade de passar na nossa página do Site, de forma faseada, algumas histórias interessantes de mineração na região, os desafios e sucessos obtidos, para que delas possamos tirar lições que possam ajudar a implantação de uma indústria mineira segura, credível e aceitável do ponto de vista social.

Visite-nos sempre e dê a sua contribuição.

du lichdia diem an uong

xem hai

the best premium magento themes

giay boot nam

giay luoi nu

giay the thao nu

dat ten cho con

áo sơ mi nữ

giảm cân nhanh

kiểu tóc đẹp

đặt tên hay cho con

xu hướng thời trangPhunuso.vnshop giày nữgiày lười nữgiày thể thao nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcmphụ kiện thời trang giá rẻ